O meia-atacante Marcelo Toscano, do Omiya Ardija (Japão) concede entrevista ao MF

Marcelo Aparecido Toscano nasceu no dia 12 de maio de 1985 na cidade de Areado-MG. Foi revelado no São Vicente-SP. Atuou pelo Paraná, Figueirense, América-MG e Jeju United (Coréia do Sul). Atualmente está no Omiya Ardija (Japão). Conhecido e reconhecido pela categoria de passe e finalização

Agradecimento: Samuel Charles, dono da SC Assessoria que intermediou a entrevista.

 

1- Nasceu no dia 12 de maio de 1985 na cidade de Areado-MG. Foi revelado no São Vicente e depois no Paulista de Jundiaí-SP. Quais os principais ensinamentos daquela época? Como foi estar perto de parte do elenco que participou da Copa Libertadores da América? Comente sobre o atual momento do time interiorano? No começo de sua carreira foi emprestado algumas vezes, isso é normal para um jogador jovem?

 

Imagem: Vitória de Guimarães (Portugal).

2- Teve passagens por Ali Nazareth (Israel), Lausanne-Sport (Suíça) e Vitória de Guimarães (Portugal). Diga-nos sobre a realidade de um time menor da Suíça e um time de médio porte de Portugal? Quais as diferenças entre o futebol suíço e português? Conte-nos sobre a conquista do título da Taça de Portugal?

 

3- A sua primeira passagem de destaque foi no Paraná Clube. Descreva a motivação para que conseguisse tamanho êxito no clube? O que poderia falar sobre a estrutura e a torcida do clube? Descreva como foi sua passagem pelo Figueirense? Conte-nos sobre sua ida ao América Mineiro e o acesso a Série A do Brasileiro?

Imagem: Paraná Clube.

4- Além disso possui passagens por União São João de Araras-SP, Comercial, Vila Nova, Cuiabá e Mirassol. Como é ter passagens por clubes tão distintos em tão pouco tempo? Qual foi o seu melhor momento nestas equipes? O campeonato paulista é uma competição de real visibilidade para os atletas?

 

5- Em 2016 teve sua primeira ida ao futebol asiático, o Jeju United (Coreia do Sul) e diferente do jogo no Brasil, você atuou como atacante. Isso te possibilitou fazer mais gols? Como foi a adaptação ao novo estilo de atuar e a nova cultura? O que poderia nos dizer de positivo sobre o futebol coreano?

 

Imagem: Jeju United (Coréia do Sul).

6- Atualmente está no Ormiya Ardija, do Japão. Clube que foi rebaixado à segunda divisão nacional. Como será o planejamento para 2018? O time possui qualidades para bater e voltar a J-League logo no próximo ano? Faça uma comparação entre o time de Saitama e o clube de Jeju? Como é a sua relação com os outros brasileiros da equipe?

 

7- O meia-atacante é uma posição indefinida, pois as vezes atua de uma forma (sendo o camisa 10), outra hora atua como artilheiro (sendo o camisa 9). O que você pode aconselhar a nova geração de meia-atacantes que está se formando no país? Como é viver em constante transição em campo? Prefere atuar como meia ou como atacante?

 

8- Uma mensagem para os colunistas e leitores do site mercadodofutebol.net.br?

 

Deixe seu comentário:

Jean Lucas

Criador do site Mercado do Futebol, jornalista em busca de aprimorar-se.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.