Mercado do Futebol

No detalhe

@juniordutraoficial

 

No detalhe da imagem acima, o lance que simboliza o rebaixamento do Avaí no Campeonato Brasileiro de 2017. Mal sabia o Senhor Felipe Gomes da Silva, que o erro grotesco dele aos 38 minutos do segundo tempo da primeira rodada do campeonato Brasileiro seria o lance que rebaixaria o Avaí Futebol Clube em 2017.

 

O Avaí foi rebaixado no detalhe. Com o mesmo número de pontos que o Vitória, rebaixado ironicamente por ter uma vitória a menos. Talvez por ter sido negada a chance de bater um pênalti na primeira rodada contra o time que lhe tomou a vaga. De nada agora adiantam as desculpas da CBF lá no início do campeonato, todo aquele alarde nos programas de TV pelo Brasil a fora. O Avaí caiu, e foi por um pequeno detalhe.

 

Mas outros “pequenos” detalhes poderiam ter salvado o Avaí. O pênalti voltado atrás por interferência externa contra o Flamengo na Ressacada, a falta do Robinho do Cruzeiro no goleiro Douglas que o Vuaden decidiu por pênalti, tantos pênaltis não dados. O detalhe que talvez tenha rebaixado o Avaí, seja que aceitamos erros de quem deveria passar despercebidos dentro de campo. Não aceiamos erros de médicos, de magistrados, de nossos semelhantes no trânsito, mas aqueles que tanto prejudicam nosso esporte favorito, erram e continuam enchendo o futebol com a imundice de amadores que brincam de serem deuses dentro das quatro linhas, decidindo o campeonato que deveria ser decidido na bola.

 

Mas não dá pra negar que o Avaí poderia ter sido o mestre do seu destino em outros detalhes. A demora do Claudinei em mudar algumas posições, o empate cedido ao Botafogo depois do tempo regulamentae, aquele gol perdido pelo Rômulo no final da partida em Santos…

 

O Avaí não merecia cair. O golaço do Pedro Castro, o de empate contra o Santos não peemitiu a injustiça que seria o Avaí ter se despedido da Série A 2017 com derrota, mas infelizmente não corrigiu outras injustiças sofridas pelo Leão da Ilha.

 

A vitória não veio, no final das contas o Avaí só precisava de mais um gol para não cair. Caiu de pé. Aplaudido pela seus torcida presente em Santos. Caiu como um time grande deve cair, de cabeça em pé. O torcedor do Avaí foi feliz em 2017, e isso nenhum erro ou desacerto de arbitragem pode tirar do torcedor. Cair para voltar mais forte, por que pode ter certeza, que a Série A desse ano deixou o Avaí Futebol Clube ainda maior.

Deixe seu comentário:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.