Mercado do Futebol

Entrevista com o lateral-direito Felipe Cordeiro.

GE.com

Felipe Cordeiro de Araújo, nascido em 13 de agosto de 1991 (26 anos) na cidade de Mari na Paraíba. O lateral-direito começou a carreira no CSP-PB em 2003. Em 2004 passou por uma avaliação no Atlético-MG e permaneceu no clube por 6 anos, jogou a série A e a Sul-Americana em 2009 pelo time mineiro. O atleta também tem passagens por tupi, Caldense, Anápolis, Red Bull Brasil, Santo André, Madureira, Guarani-MG, ASA e Confiança. Na próxima temporada o jogador defenderá as cores do Botafogo da Paraíba.

     

  • Como foi que você decidiu ser jogador de futebol? Foi sonho de menino ou alguém disse que você tinha talento pra coisa?

Decidi porque sempre tive um sonho de jogar futebol! Sempre achei que esse sonho seria possível, tinha pouco recurso para me torna um jogador, mas quando Deus coloca a mão ele vai formando nosso quebra cabeça da vida, encaixando as peças para que tudo possa da certo!

     

    • Tem algum time específico que gostaria de atuar? Já pensou ou recebeu proposta para jogar fora do país ?

    Não tenho nenhum clube específico, proposta da Europa já tive sim, porém foi na época que estava em tratamento por lesão, acabei não indo!

       

    • Você é Paraibano, mas nunca atuou profissionalmente por nenhum clube do estado, isso influenciou na sua escolha pelo Botafogo/PB? Como está sua adaptação na Maravilha do Contorno?

    Foi um dos fatores também pra vim, não foi o único, o projeto do clube é muito bom e estou bem adaptado ao clube sim!

       

    • Você é lateral-direito de ofício, chega pra disputar vaga com Gedeilson, como vai ser essa disputa pela vaga? Você acha que leva desvantagem por Gedeilson também atuar como volante ou não vai influenciar na decisão do treinador?

    Sou lateral de origem, mas joguei bastante esse ano e ano passado também como volante, o que garante a gente entre os 11 iniciais é nosso dia-a-dia.

    Correio da Paraíba

       

    • Você atuou por Asa e confiança aqui no Nordeste isso nos últimos dois anos. O ano passado no time sergipano, o Confiança, chegou à fase de mata-mata da série C, por mais que não tenha conseguido a classificação, mas saiu de quase rebaixado para ficar entre os 4 do grupo e essa reviravolta começou justamente contra o Botafogo/PB. Como você viu essa virada na tabela e o que você acredita que tenha sido o segredo para equipe mudar drasticamente em tão pouco tempo, faltando poucas rodadas para o fim da fase de grupo?

    O futebol é muito dinâmico, e a série C e uma competição muito difícil, a questão é que o grupo não desistiu, sabia que o risco era grande de cai, mas também sabia que avia chance de classifica e em pouco tempo conseguimos a claudicação para buscar o acesso, infelizmente o acesso não veio!

       

    • O objetivo do Botafogo/PB em 2018 é o acesso a série B, o que você acredita que tem que ser feito de diferente dos anos anteriores para o Belo chegar segundona? Já que será o quarto ano consecutivo que o clube tenta subir de divisão.

    A gente tem que buscar pontos em todos os jogos dentro e fora, mas não podemos esquecer das outras competições que são muitos importantes para clube!

       

    • O que o torcedor do Botafogo/PB pode espera de você?

    Um atleta dedicado naquilo que faz! Vou buscar sempre da meu melhor para busca os objetivos do clube!

       

    • Manda o recado para os leitores do MF (Mercado do Futebol).

    Um grande abraço ao acompanhantes do Mercado do Futebol, que Deus abençoe a todos e continue a seguir o site!

    Deixe seu comentário:

    Leave a Reply

    O seu endereço de e-mail não será publicado.