O que esperar do Botafogo-SP?

Deixando um pouco a ansiedade de lado ( HOJE É DIA DE ABC!!!!) fiz uma análise do que podemos esperar do Botafogo-SP em um jogo fora de casa. Na primeira disputa na casa do adversário, vimos um time muito lento pelo meio, que não possuem jogadores com criatividade para colocar os seus atacantes na cara do gol, fazendo sempre a bola chegar as laterais do campo para alça-lá a área.Isso fica evidente no número de gols feitos quando o time é visitante. Em 9 jogos fora, com 12 gols marcados, apenas 2 foram em trocas de passe, todos os outros foram de bolas paradas ou cruzamentos na área. Essa deve ser a principal jogada do time frente ao mais querido, visto que o próprio técnico disse em entrevista que vai jogar com o regulamento,ou seja, retrancado. Os cruzamentos foram a principal arma deles contra o ABC no jogo de ida, fazendo nossa zaga passar sufoco, mas tenho convicção de que Geninho deve ter treinado bastante esse time de situação.

O retrospecto do time de Ribeirão Preto fora de casa é favorável. Nos 9 jogos obteve 3 vitórias ( Contra a Portuguesa, Tombense e Guaratinguetá), 5 empates ( Mogi Mirim, Guarani, Boa Esporte, Juventude e Macaé ) e apenas 1 derrota para o Ypiranga. Um ponto a se destacar nesses resultados é que dos 5 empates, 4 foram por um placar de 0x0, mostrando dessa forma que o time sabe jogar de forma retrancado quando deseja. Um fato positivo para o ABC é que o artilheiro do time, o atacante Alemão ( aquele mesmo que passou por aqui ) foi dispensado por ter tido uma briga com o técnico do time paulista.

Tratando do sistema defensivo o Botafogo-SP só sofreu 5 gols jogando longe dos seus domínios. Entretanto, quando jogam retrancados, com uma pressão constante dos atacantes adversários, a dupla de zaga tende a entregar jogadas de perigo o tempo todo. Além de lentos, os zagueiros possuem um nível técnico precário e não conseguem trocar passes para segurar a bola ou para fazer um lançamento em profundidade para o atacante de referência. Devemos jogar com marcação alta para fazer com que o sistema defensivo entre em caos.

Deixando o inimigo de lado, hoje é o dia de acesso, hoje é dia de alegria, hoje é dia de ABC! Rumo a série B e ao bi campeonato brasileiro.

Deixe seu comentário:

Gilson Oliveira

Morador da cidade do sol, com 23 anos, estudante da UFRN, apaixonado pelo futebol, tendo como único amor o mais querido da frasqueira, o ABC!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.