Enfim, é hora de retornar no Santos

A expectativa de retornar aos gramados está chegando ao fim para o zagueiro Gustavo Henrique e também para o meia atacante Vitor Bueno. Ambos foram relacionados para o jogo do Santos contra a Ferroviária no próximo sábado, no estádio Fonte Luminosa, em Araraquara. Ambos ainda passaram por cirurgia por romper ligamentos do joelho e ainda não jogaram em 2018. O zagueiro Gustavo Henrique teve sua lesão em 2016, passou pela cirurgia e em 2017, após recuperação, voltou e participou apenas de dois compromissos do Santos. O zagueiro voltou a sentir o joelho operado e passou por uma vídeoartroscopia no mesmo local. Vitor Bueno também operou os ligamentos do joelho direito, após lesão em julho, no empate em 1×1 contra o Atlético/GO.

Para adiantar a recuperação, os dois jogadores abriram mão das férias, para aprimorar a forma física e ganhar ritmo nas atividades com o restante do elenco. Ambos treinam sem limitações e devem ser reforços para o treinador Jair Ventura no paulistão. O treinador santista “agradece” o retorno, pois está com Lucas Veríssimo e Luiz Felipe contundidos na zaga, e deve dar “alguns minutos” para Gustavo Henrique retornar ao ritmo de jogo.

No caso do Vitor Bueno, Ventura vê nele como uma grande opção para dar maior movimentação no meio campo santista, setor que tem dado trabalho ao treinador. Atualmente, Jair vem a campo com Renato e Vecchio na armação da equipe, onde ambos tem qualidade técnica e bom passe, porém não são de velocidade, o que tem deixado as coisas mais difíceis para o time. A tendência é que o camisa 7 Vitor Bueno herdará a função do ex-santista Lucas Lima, atualmente no Palmeiras.

No início da semana, Vitor Bueno atuou na criação em jogo treino, com Rodrygo, Yuri Alberto e Gabigol no ataque e agradou o comandante santista pelo seu bom desempenho na função. No jogo contra a Ferroviária, o meia ainda deve iniciar no banco de reservas, mas deve entrar no decorrer do jogo. Desta forma, a provável escalação para o próximo jogo é: Vanderlei; Daniel Guedes, Robson Bambu (Gustavo Henrique, David Braz e Caju (Jean Mota); Matheus Jesus, Vecchio e Renato, Rodrygo, Arthur Gomes e Eduardo Sasha (Gabigol)

Deixe seu comentário:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: