Mercado do Futebol

O atacante Muriqui, do Guangzhou Evergrande, da China concede entrevista ao MF

Foto: Guangzhou Evergrande (China).

Luiz Guilherme da Conceição Silva nasceu no dia 16 de junho de 1986 na cidade de Mangaritiba-RJ. Foi revelado no Madureira e atuou no Vasco da Gama, Atlético Mineiro e Al-Sadd (Catar). Atualmente está no Guangzhou Evergrande (China). Atleta conhecido e reconhecido pelo faro de gol na área e velocidade nas jogadas

 

1- Você nasceu no dia 16 de junho de 1986 na cidade de Mangaratiba-RJ. Foi revelado no Madureira, poderia nos revelar sobre os principais ensinamentos da época? Como foi atuar na seleção nacional sub-20 em 2004? Conte-nos sobre o atual momento do time tricolor carioca, além da sua segunda passagem em 2008?


 

2- Chegou ao Vasco da Gama em 2004, tendo algum destaque logo no início. Qual foi a sua sensação de atuar com tão grande camisa de forma proveitosa? Existe alguma notória diferença entre a estrutura de 2004 e de 2017? Por que não alcançastes a famosa sequência em seu retorno pelo cruzmaltino?

Foto: Vasco da Gama.

 

3- Atuou por Iraty, Paysandu, Avaí (duas vezes), Desportivo Brasil (na época dono de seu passe), Vitória e Ituano. Poderia nos falar seus principais momentos nestas equipes? Foi no Avaí que conseguistes se destacar com maior ímpeto no futebol nacional e por qual motivo? Aceitaria retornar a algum destes clubes no futuro?


 

4- Vestiu a camisa do Clube Atlético Mineiro em 2010 possuindo um bom número de jogos e gols. Poderia nos falar aspectos positivos em se atuar no time? Comente sobre a torcida do clube mineiro? Qual foi o principal momento com a camisa do Galo?

Foto: Mauricio de Souza/Hoje em Dia/Gazeta Press.

 

5- Tens passagens por Al-Sadd (Catar) e Tokyo FC (Japão). Como foi a adaptação a culturas tão diferentes da nossa? Como foi atuar com o maestro espanhol Xavi? Pensaria em algum dia jogar juntamente com ele ou era somente um sonho de vídeo-game? Como é atuar em um clube de nível médio no futebol japonês?


 

6- Em 2010 foi para o Guangzhou Evergrande (China) e sua carreira mudou drasticamente para melhor. Em quatro temporadas foram 77 tentos e 133 jogos. Qual a motivação deste aparente sucesso em terras orientais? Existiu ou ainda existe a possibilidade de se naturalizar chinês? Em termos salariais, os clubes do país cumprem rigorosamente o combinado? Fale-nos sobre a conquista da Champions League Asiática em 2013 e como foi ser recorde na artilharia de todas as edições  do campeonato?


 

7- O atacante central, aquele finalizador, muitos dizem que está em falta ou até mesmo com seus dias contados. Você concorda com esta afirmação? Caso contrário, explane seu pensamento para rebater esta argumentação (por que é necessário ter um atacante finalizador no elenco de um clube)?

Foto: Al Sadd (Catar).

 

 

Deixe seu comentário:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.