Quando tudo isso terá fim? Momento político do cruzmaltino atormenta torcedores e em campo, Vasco perde para o Bangu na estreia do Carioca 2018.

Na última quinta-feira, o Vasco entrou em campo para enfrentar o Bangu pela primeira rodada da Taça Guanabara, em meio à clima político incerto e com portões fechados para a torcida.

Jogadores não sabiam se teria jogo ou não, já que até então, o Vasco não tem um administrador definido, e através de ação dada pela justiça, os 3 principais candidatos na última eleição ficariam responsáveis pelas decisões até a eleição do conselho deliberativo, que ocorrerá nesta sexta-feira.

Às pressas, a nova fornecedora de materiais esportivos Diadora, disponibilizou uniformes de treino e jogo improvisados para a partida de ontem até saírem os materiais oficiais para a toda a temporada.

Em campo, o time ainda não mostrou para que veio. Desatento na defesa, deu campo ao Bangu que venceu a partida por 2 a 0, com gols de Anderson Lessa e Rodney.

Além disso, Nenê foi expulso e não enfrentará o Nova Iguaçu na próximo rodada.

De uma forma ou de outra, o administrativo do Vasco pode ter pesado e incomodado todos os jogadores. Sem saber ao menos se iriam jogar, toda a equipe sofre com todas essas incertezas.

A verdade é, tempos sombrios pairam o Vasco e nesta sexta-feira, teremos a definição de qual rumo o Vasco irá tomar para o próximo triênio.

Deixe seu comentário:

Raquel Dias

Paraibana; 22 anos; Torcedora fanática do Club De Regatas Vasco Da Gama.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.