Mercado do Futebol

Entrevista com Rondinelly!

Na última semana, Rondinelly, recém contratado do Guarani, concedeu uma entrevista ao site Mercado do Futebol. O meia de 26 anos respondeu perguntas sobre sua carreira, sobre o Guarani e como é ser jogador profissional atualmente. Confira a entrevista completa!

 

Matheus Cruvinel:
Rondinelly, você chegou ao Bugre em meados de dezembro e já está treinando visando o Campeonato Paulista. Como você vê sua adaptação dentro do elenco Bugrino?

Rondinelly:
Exatamente, me apresentei por volta do dia 18, a minha adaptação foi muito rápida, o grupo me recebeu super bem!!

 

Matheus Cruvinel:
Acumulando passagens por Grêmio, Palmeiras e Botafogo-SP, seu último time, o que espera para a próxima temporada vestindo a camisa do Bugre?

Rondinelly:
Sei da força da camisa do Guarani, espero fazer um ótimo trabalho e ajudar essa equipe a conquistar os objetivos traçados em 2018!

Foto: SE Palmeiras.

 

Matheus Cruvinel:
Com 26 anos, você tem uma carreira pela frente. O que você almeja para seu futuro? Qual objetivo quer alcançar profissionalmente?

Rondinelly:
O meu maior objetivo é voltar o mais rápido pra um clube grande do Brasil, creio que tenho muito a mostrar ainda na elite do futebol brasileiro!

 

Matheus Cruvinel:
No Audax, você trabalhou junto com Fernando Diniz. O treinador ajudou a montar o elenco, começou a treinar e se despediu mesmo sem comandar o Bugre em uma partida. Na sua visão, teria sido mais fácil atuar sob comando do Fernando ou a troca de treinadores antes do início da temporada não afeta o trabalho já realizado?

Rondinelly:
Trabalhei com o Diniz em 2015, ele teve uma grande participação na minha vida, sabemos que foi uma perda grande pro grupo, mas devemos superar e passar em cima, o Umberto é um ótimo profissional que agora fica no comando da equipe!!

 

Matheus Cruvinel:
Em 2017, você atuou em 10 partidas, 9 vestindo a camisa do Botafogo-SP e uma defendendo o Grêmio. No Guarani, você chega com grande possibilidade de ser titular. Como avalia sua forma física para obter uma boa sequência de jogos?

Rondinelly:
Em 2017 joguei pouco, tive poucas oportunidades no Grêmio, depois fui no meio do campeonato pro botafogo e infelizmente não conseguimos a classificação, a preparação está sendo muito bem feita, estou muito otimista com esse ano de 2018!

 

Matheus Cruvinel:
Na sua visão, qual foi o auge de sua carreira? Em seu bom desempenho no começo, no Vila Nova, na boa sequência de jogos que teve logo depois, no Grêmio, ou em algum outro momento?

Rondinelly:
Sem duvida meu melhor momento foi em 2012 onde tive um começo de ano fantástico no vila nova e depois tendo uma sequência no Grêmio!

Foto: Grêmio FBPA.

 

Matheus Cruvinel:
Qual o seu conselho para a nova geração de meios-campistas no nosso país? Ao mesmo tempo fale sobre os treinamentos e o esforço que é ser jogador de futebol atualmente?

Rondinelly:
O futebol tem se inovado a cada dia, temos que acompanhar a nova geração, meu conselho é pra acreditarem em si mesmos e trabalhar bastante, hoje se treina muito o futebol está com um nível de exigência tática muito grande o jogador tem que está muito bem fisicamente!

 

Matheus Cruvinel:
Rondinelly, deixo esse espaço aberto para você mandar um recado à toda torcida Bugrina, o que podemos esperar de você em 2018?

Rondinelly:
A torcida pode ter certeza que vai ter uma equipe que vai lutar bastante pra alcançar os objetivos, sabemos da cobrança que vamos ter principalmente no primeiro semestre, vamos dar o nosso melhor pra conseguir os nossos objetivos!

 

Essa foi a entrevista com o jogador do Guarani, Rondinelly! Agradecemos a participação do atleta e desejamos sucesso em sua carreira!

Escrito por: Matheus Cruvinel.

 

Deixe seu comentário:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.