Mercado do Futebol

O milagre aconteceu!!

Guarani vence o ABC pelo placar de 6×0 e avança para a final da Série C.

Guarani Futebol Clube, um time nacionalmente conhecido por renascer de onde parece não ter jeito. Campeão brasileiro de 1978 o Bugre já foi ameaçado de fechar as portas, de perdeu seu estádio para uma empresa e até mesmo de chegar a falência. Mas quando poucos acreditavam, juntou suas forças e deu a volta por cima. Não foi diferente ontem, o alviverde precisava operar um milagre pra cima do ABC e fazer cinco gols para classificar-se sem depender de pênaltis.

Antes da partida começar o clima era de tensão entre os bugrinos, muitos acreditavam no placar de 4×0 para então, decidir nas penalidades. O próprio presidente Horley Senna  acreditava em tal placar, “Estava esperando um 4×0 para que nos pênaltis, o Leandro salvasse a gente” afirmou logo após o término da partida.

O JOGO

Dentro das quatro linhas o Guarani foi uma equipe ofensiva desde o primeiro minuto, atacando principalmente pelos lados do campo. Foi na bola parada que saiu o gol para dar início a reviravolta. Aos oito minutos do primeiro tempo, Fumagalli cobrou falta na cabeça de Leandro Amaro, que só teve a preocupação de empurrar a bola para a rede do time potiguar. Com a mesma pegada o Bugre comandado por Marcelo Chamusca chegou ao segundo gol, Fumagalli novamente cobrando falta mas dessa vez ele mesmo conferiu. Guarani 2×0 aos 24 minutos do primeiro tempo, o clima que animou todos os Bugrinos presentes no Brinco de Ouro. O segundo tempo mal começou e o time campineiro já fez o terceiro gol, novamente com Fumagalli. O meia que usava a camisa comemorativa de seus 250 jogos, recebeu a bola de Gilton e tocou para dentro da rede potiguar. E a equipe não deixava o ritmo cair, seis minutos depois chegou ao quarto gol, de novo Fumagalli chuta e a bola rebate no meio da zaga para morrer dentro da meta do time alvinegro. Tal resultado que levaria a partida para os pênaltis, mas o Bugre estava disposto a aumentar a vantagem e acabar com o sofrimento, desse jeito chegou ao quinto gol. Alex Santana recebeu na intermediária e arriscou uma bomba que estufou a rede do goleiro do ABC. E ainda coube mais um, aos 34 minutos do segundo tempo Lenon cruza e Pipico anota o sexto gol do Bugre, resultado que classificou o Bugre para a final da Série C.

ÍDOLO

 

Fumagalli, completava 251 partidas com a camisa do Bugre mas do mesmo jeito vestia a de número 250. Número muito comemorado pelo jogador que fez três gols e igualou a marca de Zenon, anotou 81 gols pelo alviverde e é o quinto maior artilheiro da história do Guarani.

 

fumagol

Escrito por: Matheus Cruvinel

Deixe seu comentário:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.