Mercado do Futebol

A perda irreparável.

foto: ESPN BRASIL.

Nesta tarde (22), foi noticiada a surpreendente venda do centroavante Jô, por 11 milhões de euros (cerca de 43 milhões de reais), ao time japonês Nagoya Grampus.  A rádio ” Jovem – Pan” foi a primeira a mencionar a oferta, e o Globo Esporte confirmou a venda. Jô fará exames médicos no dia 26 ( terça-feira) e após os exames, poderá assinar com o time recém-promovido à primeira divisão.

Jô viveu uma temporada brilhante, foi o artilheiro da equipe este ano, marcou 25 gols na temporada, sendo 18 no Brasileirão. O próprio jogador admitiu que o foi o seu melhor ano na carreira. Ele chegou sem custo algum ao Corinthians, o clube teve apenas de arcar com seu salário – embora fosse alto – e o centroavante se mostrou ao longo da temporada um ótimo custo-benefício. Nem o mais otimista torcedor corintiano esperava um ano tão mágico do atacante, Jô foi compromissado, envolvido, focado, ótimo para o grupo e acima de tudo, o principal jogador do Corinthians, e eleito – merecidamente – o melhor jogador do campeonato brasileiro.

Mesmo com esses fatores, não há como recusar uma proposta como esta, o negócio é bom para os dois lados. Corinthians terá um dinheiro significativo no caixa, e, consequentemente, terá mais recursos financeiros para ir ao mercado e repor sua perdas. Jô foi o terceiro jogador titular que decretou sua saída e assim como Pablo e Guilherme Arana, não vestirá a camisa do Corinthians, em 2018.

Para o setor, a equipe conta com Carlinhos, Kazim e Junior Dutra. No entanto, Kazim e Carlinhos não devem fazer parte dos planos de Fábio Carille na próxima temporada e deverão jogar em outro clube – Carlinhos, emprestado e Kazim, vendido. A diretoria, ao que tudo indica, se preparou para a uma eventual perda de seu centroavante, pois já contratou o Junior Dutra, pensando no fortalecimento do elenco, e está muito perto de fechar com o Trellez, já que os salários já estão acertados, mas o clube ainda precisa chegar a um acordo com o Vitória.

Portanto, Trellez e Junior Dutra devem chegar para fortalecer o elenco, e o clube deverá investir em um nome para chegar e vestir a camisa de titular. Essa verba que entrou pode ser fundamental para o Corinthians sacramentar os negócios pelo Gustavo Scarpa e Juninho Capixaba, além de outros nomes para outros setores.

O clube deverá ir ao mercado e certamente achará bons nomes – Marco Ruben e Jonathan Alvez agradam – , mas não irá repor com o mesmo nível técnico. Jô fez muito pelo Corinthians esta temporada e sua perda é naturalmente muito lamentada, mas infelizmente não havia jeito de recusar uma proposta de 11 milhões de euros por um jogador de 30 anos.

 

Deixe seu comentário:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.