Mercado do Futebol

Corinthians bate o Sport nos pênaltis e avança na Copinha.

FOTO: FOLHA NOBRE ( GOLEIRO DIEGO VIBRANDO EM SUA DEFESA DE PÊNALTI QUE COLABOROU PARA A EQUIPE SE CLASSIFICAR).

Pela segunda fase da Copa São Paulo, o Corinthians enfrentou o Sport, sofreu, mas avançou para a próxima fase. O atual campeão do torneio fez mais um jogo abaixo, sem convencer. A partida terminou empatada no tempo normal. Mas na disputa de pênaltis, foi o time do parque São Jorge que se deu melhor.

Dyego Coelho mandou o time a campo com: Diego; Samuel, João, Ronald e Carlos Augusto. Renan Areias, Lucas Minele e Fabrício Oya; Rafael Bilu, Vitinho e William. 

O treinador promoveu uma alteração na equipe, trocou o centroavante Nathan pelo William. Nathan não deixou uma boa impressão até aqui e ,na partida de hoje, não foi bem novamente quando entrou no segundo tempo.

Já o treinador Júnior Câmara do time pernambucano mandou o time a campo com: Everton; Elias, Arthur, Chico e Pedro Vitor; Alê Santos, João Erick e Eldder; Brendo, Mikael e Alison. 

Sobre o jogo 

Primeira etapa – 

Logo no começo de partida, Fabrício Oya sofreu uma falta perigosa. Ele mesmo bateu e deixou o Corinthians na frente, em uma bela cobrança. Esse gol no início do jogo foi importante para a equipe paulista, que soube administrar a vantagem. A partida foi equilibrada no primeiro tempo. O Corinthians não sofreu nenhum susto, e o Sport teve dificuldades para para criar oportunidades e situações de perigo. No mais, a equipe jogou para o gasto e saiu vantajoso por um placar mínimo, 1 x 0.

Segunda etapa – 

O Sport foi melhor no segundo tempo, e o treinador Junior Câmara foi fundamental para essa melhora, pois ele trocou o atacante Mikael pelo Robinho. E o atacante entrou super bem, acertando um lindo chute na trave que por pouco não colocou igualdade no placar. O segundo tempo do Corinthians foi bem ruim, a equipe não conseguia ser efetiva no ataque, teve pouca inspiração de seus jogadores. Coelho colocou Ramon, Nathan, Lucas Pires, jogadores ofensivos, mas nenhum deles corresponderam ou mudaram o panorama do jogo. O Sport chegou ao seu merecido empate, em um pênalti cometido pelo zagueiro João e convertido por seu xará João Erick, e esteve muito perto da classificação que, no final, foi decidida nos pênaltis. Nas penalidades máximas, Diego pegou a cobrança batida por João Erick e Chico mandou para fora. Pelo Corinthians, os quatro jogadores que bateram converteram seus pênaltis e levaram a equipe para as oitavas de finais do torneio.

Deixe seu comentário:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.