Corinthians faz grande segundo tempo tempo, vence o Fluminense e conquista o título brasileiro.

Na noite de ontem, Corinthians e Fluminense se enfrentaram na Arena Corinthians. Era uma partida especial em Itaquera, pois o time de Fábio Carille precisava apenas de uma vitória para se sagrar campeão. E tudo ocorreu da forma que o torcedor desejava, a equipe fez um grande jogo( especialmente no segundo tempo), se impõs e saiu vitorioso para a euforia dos 46 mil torcedores presentes no estádio que viram o Corinthians ser campeão merecidamente.

Sobre o jogo: 

Primeiro tempo: era um jogo nervoso para a equipe mandante, mesmo com a vantagem larga perante aos seus adversários diretos, pois o time teria de lidar com a ansiedade. Para piorar esse cenário, o jogo não começou bem para o time da casa, porque logo no primeiro minuto de partida, o zagueiro Henrique abriu o placar para Fluminense e ia jogando água no chopp corintiano. Mais uma vez a equipe sofreu gol em uma bola parada,  dos 24 gols sofridos no campeonato, 10 foram de cabeça, não é pouca coisa. Após o gol marcado, o Fluminense se fechou inteirinho, e deixava o Corinthians com a bola, com a missão de propor jogo. Mas o time mandante que naquele momento precisava de dois gols para virar o jogo e conquistar o título, tinha muita dificuldade para criar chances. A mais clara veio apenas aos 30 minuto de partida, em uma jogada tramada entre Romero e Fagner; o lateral cruzou rasteiro, mas Jô não alcançou a bola, após se jogar de carrinho. As principais jogadas ofensivas do Corinthians saíam pelo lado direito.

Segundo tempo: assim como na partida contra o Avaí, Fábio Carille  promoveu uma substituição que mudou o rumo da partida e o Corinthians engoliu o Fluminense de Abel Braga na segunda etapa. E foi a mesma mudança da partida anterior: Camacho por Jadson. Para melhorar a qualidade da equipe na hora de propor, ter um time mais criativo, e um jogador diferente, que pode decidir o jogo em um lance devido à sua qualidade técnica. A resposta do time – assim como o jogo passado – foi rápido e em 5 minutos, Jô deixava o Corinthians à frente no placar, e vencia sua competição particular com Henrique Dourado, o ultrapassando na artilharia da competição. Os dois gols tiveram participação de Clayson, no  primeiro, o atacante deu passe fabuloso para Jô escorar para o gol, e no segundo o camisa 25 acertou a trave de Cavalliere após arrancada vencida em cima do zagueiro Reginaldo, no rebote, Jô só empurrou de cabeça para o gol vazio. Era um começo de segundo para enlouquecer, a mudança de postura da equipe atormentava, abalava, destruía o time visitante. A equipe foi melhor no segundo tempo, soube se defender sem sofrer perigo algum, propôs o jogo, criou mais chances que o entregue Fluminense, e mereceu a vitória, foi muito intensa. Jadson coroou suas duas últimas boas atuações com um lindo gol que confirmou a vitória e o título corintiano. No final da partida, para abrilhantar ainda mais a festa, Fábio Carille colocou o ídolo Danilo em campo para a alegria e pedido da torcida alvinegra.  O meia, após 1 ano e 3 meses afastado, pôde jogar e desfrutar dos minutos finais da partida.

Deixe seu comentário:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.