Mercado do Futebol

Corinthians não aceita exigências do contrato e não deverá comprar o jogador.

Foto: WEB TIMÃO

Essa novela entre Pablo e Corinthians vem se arrastando há um bom tempo, e deverá terminar de uma forma bem desgastante para o zagueiro com a torcida corintiana, mesmo tendo uma ótima temporada e conquistando títulos importantes.

Motivos para a desistência 

O clube tomou uma atitude responsável em relação a não seguir adiante com essa negociação e não aceitar as exigências do jogador e seu empresário. Pablo se tornaria o salário mais alto no clube, com 550 mil reais, fora as luvas que o clube iria arcar. Atualmente, Cássio e Fágner são donos dos salários mais caros do Corinthians, já que são jogadores que estão a mais tempo, se o clube aumentasse o salário do zagueiro, quebraria essa hierarquia e daria margem para outros jogadores exigirem um salário da mesma proporção. Fora essas questões, o clube iria ter de pagar ao Bourdeaux 3 milhões de euros ( aproximadamente 10 milhões de reais) e convenhamos, o Pablo não é zagueiro que vale tudo isso. Sobretudo no final dessa temporada, o zagueiro caiu muito de produção e mostrou algumas limitações. Portanto, o clube agiu bem em não renovar devido aos pedidos exagerados pelo representante do jogador. Uma pena mesmo, Pablo poderia ficar e fazer seu nome na história do clube, mas preferiu olhar pelo lado financeiro – direito dele e que tem de ser respeitado.

Busca por novos nomes 

Por conta da perda eminente de seu zagueiro titular, o Corinthians deverá ir à busca de dois zagueiros nesse mercado. Dos nomes ventilados, os que surgem com mais força são: Messias, América Mineiro; Marllon, Ponte Preta. O clube não investirá em um zagueiro muito badalo e caro, e seguirá com a sua política econômica responsável.

Jogador não deverá participar do jogo da festa 

Ao que tudo indica, Pablo não irá ser relacionado para o jogo diante do Atlético Mineiro, na qual o time irá levantar a taça de campeão. O zagueiro já não participou do treino aberto deste sábado. Situação bem injusta com o jogador que teve sua relevância na campanha e tinha de participar da festa. Essa situação poderia ter vindo à mídia após o término do campeonato, poderia ser gerida de outra forma, para que o jogador não ficasse em uma posição desconfortável. Pablo se mostrou – naturalmente – bem chateado por não poder participar do jogo de amanhã e deu as seguintes palavras ao GE:

– Falaram que não tinha clima para eu ir. Joguei o ano todo, dei a vida pelo clube. Parece que esqueceram de mim.

Interesses de outros clubes pelo jogador

Pablo teve um ano de grande destaque no Corinthians e valorizou-se. Portanto, seu nome já é ventilado em alguns clubes do Brasil. Que são: Flamengo, Atlético Mineiro e São Paulo. O futuro do jogador ainda não se sabe, mas a verdade é que foi bem triste a forma com que tudo isso terminou para o jogador após uma temporada maravilhosa pelo clube. Que o zagueiro tenha sorte em outro lugar. Honrou a camisa e merece respeito da torcida corintiana.

Deixe seu comentário:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.