Mercado do Futebol

Após resultado ruim para ambos os times, Dourado fala das dificuldades da equipe: ” levamos mais um gol de bola parada”

O Fluminense entrou em campo nesta quinta (09) para enfrentar o Coritiba pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, no estádio do Maracanã.  Com um primeiro tempo sem muitos lances inspirados, quem saiu na frente foi o time paranaense. O coxa abriu o placar em uma jogada de bola parada, após escanteio cobrado por Carleto, Werley desviou e Cavalieri não conseguiu chegar. 1 a 0 Coritiba. O Fluminense voltou para o segundo tempo mais ligado e disposto a mudar o resultado. Não demorou muito. Bastou 3 minutos para o time carioca virar o placar. O primeiro gol tricolor saiu aos 9 minutos do segundo tempo, Henrique desviou de cabeça após escanteio, e Cléber Reis desviou contra a própria meta, marcando gol contra. Em seguida aos 11 minutos Lucas cruzou na medida para Henrique Dourado mandar de cabeça e marcar o que seria seu  17º gol no campeonato, sendo assim artilheiro isolado da competição. Tudo parecia estar encaminhado para mais uma vitória tricolor, porém Cléber Reis, o grande personagem da partida, marcou um gol contra mas aos 24 minutos se redimiu e em mais um jogada de bola parada, o zagueiro após cabeçada empatou para o Coxa. Resultado final 2 a 2.

O empate acabou sendo ruim para ambos os lados, afinal os dois times são concorrentes diretos na luta contra o rebaixamento. Após a partida o atacante e artilheiro Henrique Dourado comentou sobre o jogo e admitiu que a equipe não fez um bom primeiro tempo e continua com dificuldades contra as bolas paradas dos adversários.

“Iniciamos o jogo mais uma vez no placar. No segundo tempo acertamos, com mais objetividade e criamos mais dificuldade ao Coritiba. Só que levamos mais um gol de bola parada, que é algo que tem nos incomodado muito na temporada. Mas, com esse empate, conseguimos segurar o Coritiba atrás da gente na briga na parte de baixo da tabela.” 

O ceifador mostrou insatisfação nos gols e lamentou o empate.

“É final de temporada e estamos sempre batendo nessa tecla. Ficamos chateados, porque sabíamos que o Carleto tem essa qualidade na bola parada. Tomamos o gol nisso, mas infelizmente saímos daqui triste porque fica um gostinho amargo.”

Por outro lado o goleiro Cavalieri preferiu minimizar a dificuldade do time nas bolas paradas e ressaltou que esta é uma qualidade do Coritiba.

“A bola parada é uma arma de todas as equipes hoje em dia. O Coritiba é muito bom neste sentido, só você ver como foi o jogo contra o Avaí. É um ponte forte deles.”

Lembrando que o time carioca volta a campo neste domingo (12), para enfrentar o Cruzeiro, as 19h, no mineirão. O Fluminense ocupa a 12ª posição na tabela, com 43 pontos. Muitos tricolores ainda sonham com a libertadores, mas o fantasma do rebaixamento continua assombrando o time carioca.

Deixe seu comentário:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.