Mercado do Futebol

Na apresentação de Carpegiani, Bandeira de Melo falou sobre Adriano e Rodrigo Caetano, falou sobre reforços

O Flamengo, que nesta segunda-feira (8), foi informado por Reinaldo Rueda, que não continuaria no clube, para poder assumir a seleção do Chile, apresentou nesta terça-feira (9), no centro de treinamento, Ninho do Urubu, seu novo treinador, Paulo César Carpegiani.

Carpegiani, de 68 anos, foi o treinador campeão da Libertadores e do Mundial em 1981 e Campeão Brasileiro em 1982 pelo Flamengo. O novo treinador também teve uma passagem que não foi bem sucedida, em 2001, quando foi demitido ainda durante o campeonato estadual.

Carpegiani falou com a imprensa sobre seu retorno ao clube:

Satisfação muito grande estar retornando. Estou muito tranquilo, sei o que representa o Flamengo, me sinto muito à vontade. Há alguns dias atrás, quando fui consultado sobre a possibilidade de um planejamento, imediatamente gostei dessa ideia

A intenção do Flamengo, era ter Carpegiani como um coordenador técnico, porém, com a saída de Rueda, os planos tiveram que ser mudados e Carpegiani irá comandar a equipe. O novo treinador Rubro-Negro porém, disse que a possibilidade de mais pra frente, um novo treinador possa ser contratado, existe e ele, Carpegiani, assumiria como coordenador.

– Hoje eu sou o treinador do Flamengo, mas há sim a possibilidade de mais pra frente, um outro treinador possar vir comandar a equipe.

Confira outros trechos da entrevista de Paulo César Carpegiani:

Foto: Gilvan de Souza

Categorias do time:

“Sou o treinador, mas temos um projeto. Vamos dar prosseguimento, que é tentar fazer uma unificação de todas categorias. Teoricamente é fácil. Precisamos fazer na prática. Vou participar das reuniões.

Recado para a torcida:

“A torcida pode ficar tranquila. Temos o lema de que craque o Flamengo faz em casa. Eu vivi isso. Sei o que é isso. O que marca uma equipe, ou um jogador na história são títulos. E é isso que vamos buscar, marcar o nome na história”

Empenho do time:

“Falar é fácil. Temos é que demonstrar o futebol em campo. O apoio da torcida só teremos mostrando bom futebol. Tenho muita confiança no que essa equipe pode render. Títulos serão uma consequência do nosso futebol”.

O presidente do clube, Eduardo Bandeira de Melo falou sobre a saída de Rueda e garantiu que em nenhum momento, o clube se sentiu enganado pelo colombiano.

-Nunca fomos enganados. Não temos nada contra o Rueda, muito pelo contrário. Ele recebeu uma proposta, o Flamengo ficou sabendo e, obviamente, se preparou para um desfecho. O planejamento não sofreu nenhuma alteração.

sobre a possibilidade de Carpegiani vir a ser um coordenador técnico, Bandeira disse o seguinte:

-Existe essa perspectiva de que o Carpegiani possa assumir no futuro um cargo de coordenador técnico. Mas não existe prazo. Hoje o treinador do Flamengo é o Carpegiani e ponto

Rodrigo Caetano também falou sobre o episódio Reinaldo Rueda:

– Iniciamos o planejamento com o Rueda no dia seguinte da final da Sul-Americana. Foram três, quatro dias de reuniões. Depois, nosso contato com o Rueda era quase diário. Nós cobrávamos que ele se posicionasse. Ele sempre disse que teve consultas, mas queria permanecer.

Foto: Gilvan de Souza

Rodrigo Caetano falou sobre a base e de reforços:

– Definimos lá atrás que vamos trazer atletas que venham qualificar o elenco. Precisamos abrir espaço para a base. Temos definidas algumas posições, que não vou falar. Por serem contratações de bom nível, é natural que elas sejam mais demoradas

Rodrigo Caetano disse que o clube busca 3 ou 4 peças que venham qualificar o elenco:

– Vamos buscar 3 ou 4 peças que qualifiquem o nosso elenco. Temos negociações avançadas. A mesma coisa para a saída de atletas. Mas só anunciaremos quando forem concretizadas. Peço compreensão ao torcedor. Trabalhamos demais nesse período.

Ainda na coletiva, Eduardo Bandeira de Melo falou sobre Adriano e disse que ele tem que ser tratado com carinho e respeito e que o clube está aberto para o craque e que o procurador do Imperador, já foi comunicado que o departamento médico do clube vai está à disposição do ídolo Rubro-Negro:

Adriano no jogo do Zico

-Tem que ser tratado com carinho e com respeito, não é para “oba-oba”. O Flamengo nunca vai fechar as portas para ele. O procurador dele já sabe que o departamento médico está à disposição para conversar com ele. Estaremos sempre aqui para ajudar a pessoa, o ídolo. Mas nada de oba oba, nada de “o Imperador voltou”. Por ser nosso ídolo, tem que ser respeitado. Espero que daqui 10 ou 15 anos, o Adriano seja lembrado como ídolo, independente do que aconteça com ele agora.

Deixe seu comentário:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.