São Paulo domina, mas acaba com o Vice da Copa SP

Depois de uma partida em que exerceu uma imensa dominação sobre o Flamengo, o Tricolor não conseguiu superar a defesa adversária e encerrou sua participação na Copa São Paulo de Futebol Júnior com o vice-campeonato e com a impressão de muitos talentos a serem lapidados e ingressar na equipe principal.

As escalações tiveram:

São Paulo: Júnior; Tuta, Walce, Rodrigo e Bruno Dip; Luan, Liziero e Gabriel Sara; Igor, Toró e Helinho. – Técnico: André Jardine.

Flamengo: Yago; Bernardo, Dantas, Patrick e Pablo; Hugo Moura, Theo e João Pedro; Lucas Silva, Wendel e Bill. – Técnico: Maurício Souza.

O primeiro tempo começou com uma surpresa desagradável. O time que na semifinal abriu o placar bem no início, dessa vez toma o gol no início, em uma cobrança de escanteio bem feita e o atacante Wendel subiu livre para marcar de cabeça. Isso fez com que o São Paulo, que já tem características ofensivas, passasse a atacar ainda mais, sempre naquele estilo de ocupar bem o campo de ataque, aproveitar a velocidade pelos lados, principalmente com Helinho, que ganhou praticamente todas para cima da defesa do Flamengo. Alguns poucos contra-ataques surgiram da equipe rubro-negra, mas nenhum que tenha gerado alguma chance clara de gol.

O segundo tempo foi ainda melhor, o São Paulo continuou ofensivo, encurralou os cariocas e começou a criar mais, exigir mais do goleiro adversário e a dominar completamente o jogo. Helinho acabou saindo machucado, mas deu lugar à Antony que continuou a vencer os defensores flamenguistas no mano-a-mano, Toró participava um pouco mais do jogo, Gabriel Sara acabou errando muito, mas não parava de tentar e aparecia sempre bem posicionado no ataque. O time tentou, com sua dominação quase suprema, até os 52 minutos, quando o árbitro decretou o final da partida e, com isso, o tetracampeonato do Flamengo.

Para muitos, fica o gosto amargo dessa derrota e do vice-campeonato. Para outros, fica o orgulho de uma molecada que sempre jogou para frente, buscando o gol independentemente de estar vencendo ou não. A safra tem bons nomes a serem observados para figurar na equipe principal e isso que deve ser ressaltado.

Parabéns para essa garotada e parabéns ao campeão, Flamengo!

Deixe seu comentário:

Rodrigo Silva

22 anos, São Paulino, cursando Jornalismo e um apaixonado por futebol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.