Mesmo sendo goleada pelo Barcelona, Roma depende das próprias forças para avançar na Uefa Champions League

Não há com o que se desesperar.

A Roma sofreu uma derrota avassaladora para o Barcelona por 6×1, pela 5ª  rodada da fase de grupos da Uefa Champions League.

Para alguns, uma derrota para acabar com a moral da equipe para o restante da temporada, mas para os torcedores e jogadores a goleada doeu, mas não tirou as chances de classificação para a próxima fase.

Isso porque com o empate entre BATE Borisov e Bayer Leverkusen, a Roma manteve a segunda colocação do grupo com 5 pontos, mesmo número de pontos do Bayer, mas com vantagem no primeiro critério de desempate que é o confronto direto (Empate na Alemanha por 4×4, e vitória na Itália por 3×2), e depende apenas de si para se classificar para as oitavas de final da maior competição de clubes do mundo. Uma vitória simples já garante a equipe na fase seguinte, e o adversário é o BATE Borisov no estádio Olímpico de Roma.

A Roma deve contar com a volta de Gervinho, Salah e De Rossi, e assim ter força máxima para o jogo decisivo. Mas antes pensa no jogo contra a Atalanta no próximo domingo pelo Campeonato Italiano onde uma vitória pode deixar os Giallorossi na liderança e assim ter mais confiança para a partida contra o BATE.

Agora é só esquecer a goleada. Amanhã é um novo dia. É só ter confiança na boa equipe, treinar forte e fazer o dever de casa para voltar às oitavas de final após 4 temporadas.

Forza Roma !

 

-Por Lucas Vasconcellos

Deixe seu comentário:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.