Entrevista com o goleiro Rafael Copetti

Rafael Copetti Fernandes, nasceu no dia 04 de abril de 1991 na cidade de Chapecó/SC. Atleta conhecido e reconhecido por suas defesas e passagens por Internacional, Benfica, Vasco da Gama e ABC.

 

1- Você nasceu no dia 04 de abril de 1991 (25 anos) na cidade de Chapecó/SC. Sendo revelado no Internacional, qual é o segredo deste clube para revelar arqueiros de excelente qualidade? Aborde sobre o atual momento da equipe gaúcha?

R: Olha acredito que tudo é fruto do trabalho dos profissionais que estão no clube, passei quatro anos praticamente lá e todos treinadores de goleiros e o pessoal da base muito qualificado. Fico triste pelo momento pois tenho amigos no clube e gosto da instituição pois ali fui feliz e aprendi muito.

 

2- Durante duas temporadas, atuou por União de Leiria e Benfica B. Quais as principais características e pontos positivos do futebol português? Comente sobre suas passagens por ambas às equipes?

R: Portugal foi uma grande experiencia para mim o Benfica é gigante torcida apaixonada estrutura e condições de trabalho muito acima do normal. O Leiria é um clube médio pra pequeno no pais mais é um bom clube, uma boa cidade.

Foto: União de Leiria.

 

3- Em 2014, chegou ao Vasco, não tendo oportunidades por causa do titular Martín Silva. Poderia nos inferir sobre a estrutura e torcida do Vasco? O clube apresenta condições de voltar aos momentos de glórias de anos anteriores?

R: Olha em minha opinião o Vasco nunca deixou de ser grande e acredito que logo estará no topo do Brasil novamente isso tudo é um momento, mas ele está melhorando. O Martin é um grande goleiro e uma grande pessoa acabei não tendo oportunidades la pois o Martin estava em um grande momento e ainda continua.

Foto: CR Vasco da Gama.

 

4- Nesse ano, atuou pelo ABC, subindo da terceira para a segunda divisão. Quais foram os pontos primordiais para o acesso da equipe? Qual foi o momento marcante durante esta passagem?

R: Infelizmente este ano tive uma lesão no joelho e não consegui ajudar muito meus companheiros dentro de campo pois recuperei desta lesão em setembro, mas acho que o segredo da equipe pra conseguir o acesso foi que todos compraram a ideia e que a busca pelo espaço era sadia sempre com respeito e sempre torcendo pelo companheiro que estava no momento jogando.

 

5- Nasceu na cidade de Chapecó, como habitante da localidade, qual foi o seu sentimento perante a tragédia junto a Chapecoense. Se recebesse a oportunidade de atuar na reestruturação do clube, aceitaria o convite?

R: Foi muito triste o que aconteceu com o clube e para as pessoas, uma tragedia enorme, sou torcedor da Chapecoense desde criança estou sempre por lá nas minhas ferias. Para mim seria a realização de um sonho poder jogar no time da cidade em que nasci e que sempre torci, um dia espero que possa ter a oportunidade, mas enquanto isso continuo sempre torcendo pelo clube e por todos que estão lá.

 

6 – Ainda não tem o futuro definido para 2017. Já teve sondagens ou propostas oficiais? A tendência é continuar no país ou ir para o exterior?

R: Tive algumas sondagens de alguns clubes e algumas propostas acho que em breve definirei sobre 2017. Por enquanto tenho sondagens do Brasil, mas se aparecer a oportunidade de ir para o exterior de novo será um prazer.

 

7-  O goleiro é o primeiro a chegar e o último a sair do treino, além de quando erra é muito cobrado pela torcida, porém quando faz defesas espetaculares é aclamado pelos mesmos. O que você tem a aconselhar para a nova geração de goleiros que está se formando no país?

R: O goleiro é muito cobrado treina muito e um minimo detalhe pode ser crucial. O que posso falar para quem está começando é que tenha muita dedicação todos os dias porque quando você menos espera aparece a oportunidade e você tem que está pronto para agarrar.

Foto: Marcos Bertoncello/Inter.

 

8 – Uma mensagem para os leitores do site mercadodofutebol.net.br?

R: A todos os leitores e a vocês do Mercado do Futebol desejo um feliz natal e um 2017 de muitas realizações. Agradeço também a oportunidade e que Deus abençoe a todos.

Deixe seu comentário:

Jean Lucas

Criador do site Mercado do Futebol, jornalista em busca de aprimorar-se.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.