Mercado do Futebol

Ederson encerrou a quimioterapia e deve voltar aos treinamentos na próxima semana

Em nota oficial divulgada nesta quarta-feira (11), o Flamengo anunciou que o meia Ederson fez a sua última sessão de quimioterapia nesta segunda-feira (9), e deve voltará aos treinos na próxima semana, mas de forma gradual.

O médico do clube, Dr Márcio Tannure explicou através da nota divulgada, a situação do camisa 10 Rubro-Negro:

Dentro da nossa expectativa, ele tem respondido acima da média, tido um resultado extremamente satisfatório, o que nos deixa animados”

“Ederson fez consulta com médico especialista nesta terça e, se tudo correr bem, já na próxima semana esperamos que ele possa retornar aos treinamentos, ainda que de forma gradual”

O meia não escondeu o alívio e comemorou o passo dado. Ederson disputou sua última partida no dia 11 de Junho, no empate em 1 a 1 contra o Avaí, na Ressacada, em Florianópolis, na partida da sexta rodada do campeonato Brasileiro.

“Finalmente estou chegando na fase final do tratamento! Fiz a última sessão na segunda. Graças a Deus, estou me sentindo bem. Tanto eu como os médicos estamos otimistas, até pela sensação como estou. Indo tudo bem, sempre positivo”

O meia passará por exames no ínicio de Novembro para avaiar como está a recuperação.

“O período mais difícil acreditamos que já ficou para trás. Enquanto aguardamos resultados dos exames que serão feitos em novembro, vou dando progressão à minha condição física”

Ederson se mostrou grato a todos que de alguma forma o apoiou nesta recuperação:

“Aproveito para agradecer a todos do Flamengo, que estão me apoiando muito. A todos os torcedores, pelas várias mensagens de apoio e carinho que recebi, e à minha família, que me apoiou muito neste período complicado. Não vejo a hora de fazer o que mais gosto, estar com meus companheiros treinando e me preparando para os jogos”

O camisa 10 do Flamengo foi diagnosticado com a doença em Julho e no dia 25 do mesmo mês, o Flamengo anunciou em entravista coletiva, que o jogador passaria por cirurgia para a retirada de um tumor no testículo. O tumor foi diagnosticado após a realização de dois exames de dopings positivos, nas partidas contra o Atlético-MG (13/05) e Atlético-GO (20/05). A substância é a beta-HCG, que incita a produção de testosterona. Ederson garantiu ao departamento médico do clube, que não havia feito uso de nenhuma substância proíbida. Com isso, o Flamengo, então, fez exames complementares, de imagem e sangue, e constatou o tumor. O jogador foi operado no dia 31 de Julho para a retirada do tumor.

Foto divulgada pelo clube no dia do anúncio da doença

Veja a trajetória de Ederson no Flamengo:

Apresentado em 24 de julho de 2015, o atleta atuou em apenas 38 partidas desde sua estreia, em 12 de agosto do ano, e marcou 4 gols. Ederson tem contrato com o Flamengo até 31 de dezembro.

Em sua primeira partida com a camisa rubro-negra, jogou bem e o Fla venceu o Atlético-PR por 3 a 2, no Maracanã. Teve boa sequência de cinco jogos, com direito a dois gols em duelo com o Palmeiras (2×4), mas sofreu lesão na coxa esquerda em empate com o Vasco que eliminou o Rubro-Negro da Copa do Brasil. No mesmo ano, novamente contra o Vasco, desta vez em derrota por 2 a 1, no Brasileiro, levou pancada no joelho direito e sofreu contusão ligamentar. Novamente perdeu ritmo.

A temporada de 2016 só começou para Ederson em 5 de março, quando os reservas venceram por 3 a 1 o Bangu, e o camisa 10 encerrou período de 104 dias sem atuar. Passou a ser utilizado por Muricy Ramalho e posteriormente por Zé Ricardo. Balançou a rede contra o Inter no dia 29 de junho, quando estava em seu melhor momento, e, na partida seguinte, contra o Corinthians, sofreu a grave lesão no joelho esquerdo em entrada de Fágner.

Após dez meses de uma longa recuperação, retornou aos campos neste ano, no dia 10 de maio, na partida contra o Atlético-GO pela Copa do Brasil. Fez mais seis partidas pelo Flamengo, quatro delas como titular.

Deixe seu comentário:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.