Mercado do Futebol

Genialidades de Pellegrini colocam City em risco contra Southampton

Manuel Pellegrini. Quando se ler esse nome, pensa-se em segurança. O que vem acontecendo nos últimos dias não se resume a isso. O técnico chileno nos dois últimos jogos anda muito questionado. Um exemplo: Yayá Touré. Ou podemos chamá-lo de “o insubstituível?” O que se vê é que o jogador marfinense, considerado a duas temporadas, um dos melhores volantes do mundo, não está jogando absolutamente nada. Morto em campo. Jogou mal contra o Liverpool no qual foi substituído pelo bom senso. Não tinha para onde correr. Delph entrou. Na partida da última quarta contra a Juventus, foi pior ainda. Não fez nada. O melhor do CIty, Fernandinho, foi substituído por Delph enquanto Yayá ficou em campo com sua lerdeza. Se ele Substituísse outro, até daria de engolir. Mas, tirou somente o melhor jogador do time naquela partida. Claramente, deve acontecer alguma relação mais próxima de Pellegrini com Touré. Pois, é difícil explicar tanta confiança em um jogador que está em baixo nível a algum tempo. Tudo bem que tem potencial. Disso ninguém duvida. Mas, o momento não é bom. O City sente a falta de David Silva na armação. Mas, nada se explica esse “amor” com o volante marfinense. Neste sábado, 13h, o City encara o Southampton em casa. É a oportunidade do City mostrar serviço e não se desgarrar dos líderes. Senão, a saída de Manuel que era quase certa antes do início da temporada, ficará ainda mais forte.

Deixe seu comentário:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.