Mercado do Futebol

Entrevista com o lateral-esquerdo Paulo Henrique, do Santa Cruz

Formado na base do São Paulo, Paulo Henrique, paulista, de 24 anos, já marcou presença em vários clubes como o Santos, Palmeiras, América-RN, Portuguesa, Náutico, Tigres do Brasil, Cherno More, São Bernardo e está, atualmente, no Santa Cruz. O lateral-esquerdo, recém-contratado do tricolor pernambucano concedeu entrevista ao Mercado do Futebol, confira.

 

“É incrível a paixão dos torcedores do Santa Cruz. Vou dar meu melhor, chegar no meu limite para colocar o Santa onde merece estar (entre os melhores)”, Paulo Henrique.

 

Como foi o início  da sua carreira como jogador de futebol e qual momento que decidiu atuar profissionalmente?

Desde muito cedo. Meu sonho sempre foi ser jogador profissional. Nunca treinei por treinar. Meu desejo desde quando iria para as escolinhas era se tornar profissional.

Imagem relacionada

Revelado pelo São Paulo, onde atuou de 2004 a 2009 nas categorias de base, o que tens a dizer sobre a experiência em ter atuado pelo tricolor paulista ?

– Foi importantíssimo para a minha formação. Sou muito grato por tudo que aprendi no São Paulo. Realmente um clube diferente onde dá tudo que um atleta precisa para se formar.

 

Em 2009 chegou ao Santos, passando pelo Sub-17 e Sub-20, no Peixe assinou seu primeiro contrato profissional. O que você destaca na sua passagem pelo time que já revelou vários atletas como: Pelé, Neymar, Paulo Henrique Ganso, etc. Tiveste a oportunidade de conhecê-los e trabalhar com algum ? Conte-nos.

– Sobre o Santos, é o time que tenho maior carinho, pois foi o time onde vivi momentos incríveis, tive experiências maravilhosas. Pude me tornar profissional lá. Joguei meu primeiro jogo como profissional, pelo Santos, aos 19 anos. É um clube que tenho um respeito e gratidão enorme. Tive a oportunidade de atuar ao lado de grandes jogadores da época, pois foi a época que o Santos foi campeão da libertadores, então foram anos incríveis. Pude evoluir bastante com todos que ali estavam.

 

Resultado de imagem para paulo henrique lateral esquerdo

Paulo Henrique ao lado do seu ídolo, o ex-jogador e lateral esquerdo Léo. (Foto: Samir Carvalho/UOL)

 

Estreou como profissional no dia 2 de fevereiro de 2012 pelo Santos, em partida contra o Botafogo-SP pelo Campeonato Paulista. Como foi sua primeira atuação como profissional ?

– Me lembro muito bem desse dia, pois foi um dois dias mais felizes da minha vida. Uma adrenalina absurda, mas fiz um jogo regular no primeiro tempo, no segundo tempo procurei um pouco mais, saímos com a vitória e foi um dia especial.

 

Logo após a assinatura de Eugênio Mena, em 1º de julho de 2013, você rescindiu contrato com o Santos e assinou contrato com o Rio Ave por 3 anos e logo depois o acordo teve um colapso por sua lesão do Ligamento Cruzado Anterior. O que ocasionou a lesão? E como foi a volta aos gramados?

– Foi um momento muito difícil pra min, pois teria uma oportunidade na Europa, mas pior que perder a oportunidade, era estar com uma grave lesão. O Santos foi fundamental para a minha recuperação me proporcionou tudo do bom e do melhor e depois consegui voltar.

 

Com passagens por grandes clubes do futebol brasileiro, qual o momento que você destaca como o mais importante da sua carreira, até aqui?

– O melhor momento da minha carreira foi no dia que recebi a notícia que tinha subido para o profissional (no Santos) e quando comecei a atuar pelo clube no time principal.

Resultado de imagem para paulo henrique lateral esquerdo SANTOS

Em 2017 foi contratado pelo Cherno More, da Bulgária, como foi a experiência no futebol búlgaro? O que destacas desta passagem pela Europa?

– Foi uma passagem curta, pois, infelizmente, machuquei novamente e não cheguei a atuar.Retornei para o Brasil em poucos dias.

 

SANTA CRUZ

 

Contratado pelo Santa Cruz, um gigante do futebol brasileiro, o que esperar da temporada que está por vir? E quais as primeiras impressões do clube?

– É uma grande oportunidade. Espero que seja um ano vitorioso e que possamos alcançar os objetivos do clube.

Imagem relacionada

Sabendo da história do Santa Cruz e de sua gigantesca torcida, o que tens a dizer sobre o Mais Querido e quais objetivos gerais ou pessoais espera alcançar atuando com a camisa da Cobra Coral?

– É incrível a paixão dos torcedores, como são fanáticos. Os objetivos coletivos, são colocar o Santa Cruz de volta a um patamar que ele merece estar no cenário nacional. O individual é jogar o máximo possível e fazer boas atuações.

 

Sobre o início da pré-temporada no comando do treinador Júnior Rocha, podes falar um pouco como está sendo essa maratona de treinos? O que você mais destaca no perfil do Júnior?

– Início de pré temporada sempre é muito puxado, mas é normal. Sofremos agora para não sofrer depois. Posso destacar que o Júnior é muito inteligente, um treinador super moderno, creio que em um curto espaço de tempo ele estará entre os grandes nomes do futebol brasileiro.

 

Sendo comparado ao lateral da Seleção Brasileira e do Paris Saint Germain, o Daniel Alves, por serem bastante parecidos, como você ver essa brincadeira?

– É um cara que admiro muito. Tenho como exemplo e ídolo tecnicamente, e por ser tão vitorioso também. Levo na brincadeira.

Resultado de imagem para paulo henrique lateral esquerdo

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.