Hoje é dia de Clássico das Multidões

O primeiro ‘Clássico das Multidões’ aconteceu em 6 de maio de 1916, com vitória rubro-negra por  2 a 0 em jogo amistoso. Nesse mesmo ano, Sport e Santa Cruz se enfrentaram na primeira final de Campeonato Pernambucano e mais uma vez a vitória ficou com o Leão da Praça da Bandeira (e o título também).

Ao longo desses quase 101 anos de confronto, as partidas entre Sport e Santa Cruz foram ficando cada vez mais interessantes e apimentadas. Sempre regada por uma grande rivalidade, esses confrontos costumam encher a casa -seja ela qual for, rubro-negros e tricolores fazem questão de lotar todo espaço cedido – o que faz jus ao apelido recebido: Clássico das Multidões.

Ao todo Sport e Santa Cruz se enfrentaram 552 vezes, sendo 230 vitórias rubro-negras e 166 tricolor, além de 156 empates. Cada clássico com sua história e seu grau de importância.

Foto: Edvaldo Rodrigues/DP
04/10/2000 – Santa Cruz 0 x 3 Sport
Gols: Adriano e Leonardo (2) (S)
Público: 47.924

 

Apesar de ter deixado claro a não preferencia pelo Campeonato Pernambucano, o Sport deve ir com força máxima para a partida de logo mais. O clima é de jogo especial, todos os jogadores deixaram claro em declarações no decorrer da semana que quer estar presente na partida e em nenhum momento o técnico Daniel Paulista cogitou manter o planejamento que clube vem utilizando no Estadual, de escalar um time alternativo. Sendo assim, o Sport deve ir a campo com o que tem de melhor no momento.

“O clássico é um jogo diferente que mexe com a cabeça do jogador e pede uma concentração muito grande. Tivemos uma semana inteira de preparação na perspectiva de mostramos um bom futebol e buscar o resultado. Sport e Santa Cruz sempre fizeram jogos quentes”, disse Daniel Paulista.

Ficha do jogo

Santa Cruz:
Julio Cesar; Vitor, Jaime, Bruno Silva e Roberto; Elicarlos, David, Léo Costa (Thiago Primão, William Barbio ou André Luís) e Thomás; Everton Santos e Halef Pitbull. Técnico: Vinícius Eutrópio.

Sport:
Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Mansur; Rithely, Ronaldo, Everton Felipe, Diego Souza e Rogério; Leandro Pereira. Técnico: Daniel Paulista.

Estádio: Arruda (Recife-PE). Horário: 16h30. Árbitro: Sebastião Rufino Filho (PE). Assistentes: Marlon Rafael Gomes de Oliveira (PE) e Bruno César Chaves Vieira (PE)

 

Foto: Reprodução

 

Que seja um Clássico de PAZ!

Deixe seu comentário:

Amanda Villarim

De raízes paraibana e de coração pernambucano. Apaixonada por futebol, praia e boa música. Ardente seguidora de Guilherme de Aquino! "Sport, Sport uma razão para viver..."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.